Pixel ID
Question Everything .is/listening

A ActiveMedia

uma breve estória de vida

“Acredito que a vida é uma longa cadeia de coincidências e de felizes acasos que se revelam em algo maior. Gosto de pensar que se naquela tarde não tivesse pegado no jornal e não tivesse lido aquele anúncio hoje não estaria aqui. Esta é uma história com mais de 25 anos, mas que também faz parte da da ActiveMedia. Gosto de acreditar que o serendipismo foi o nosso processo, pois tal como Louis Pasteur afirmava: “O acaso só favorece a mente preparada.”.

A história de Vida da ActiveMedia

A ActiveMedia foi fundada em 2002 para preencher uma necessidade no mercado da comunicação das marcas: a criação e gestão de canais de comunicação digital, designados como digital signage * ou corporate tv *.

Na origem da sua fundação estão quatro pessoas que se foram cruzando ao longo da vida e num determinado momento todos encontraram a sua oportunidade de negócio e de mercado. Uma atitude de empreendedorismo que surgiu como resposta às suas próprias necessidades de crescimento pessoal e profissional, e à aspiração de fazer algo de novo e diferente num mercado emergente, onde as experiências anteriores de todos se encontravam.

Design Web, Design de Interação e Conteúdos

Nos primeiros meses de vida, realizámos a primeira emissão do projecto de canal de televisão interna para o Santander Totta, lançámos o Vida-On – o primeiro site dedicado ao homem divorciado – e no mesmo dia o projeto piloto da GalpTV, o primeiro de digital signage que ainda hoje é uma referência no mercado.

Depois vieram as derivações naturais. Do design de ecrã para a web foi um pequeno passo. Os conteúdos deixaram de ser apenas escritos e passaram a ser também visuais. As nossas experiências entraram em fusão e convergência. Só mais tarde descobrimos que isso tinha  um nome.

Transmedia

Resumidamente, a Transmedia é a convergência dos meios em nome da comunicação, da experiência e da história que há para contar. Era o que andávamos a fazer até descobrirmos que já tinha uma designação. Podem ver a TALK que demos sobre este assunto.

Depois disso já lhes deram muitos outros nomes, mas na base reconhecemos a mesma abordagem e conceito. Talvez o nome mais sexy do momento seja Growth Hackingum processo de rápida experimentação entre vários segmentos do negócio para identificar a estratégia de eficiências e potenciar o mesmo. O nome é diferente, mas reconhecemos bem a sua origem.

Human Center Design, User Experience (UX), Business Design

Outra das nossas palavras preferidas é audiência, como foco e desenvolvimento do nosso trabalho. Também se pode referenciar como o utilizador, ou user, como em User Experience ou Human Center Design. Estes resumem-se a segmentar o que se desenha/trabalha tendo sempre em mente os utilizadores finais.

E com isto dizemos que seguimos os processos de design para chegar a conclusões e a resultados mais adequados para o negócio dos nossos clientes. O design como processo, acima do design como forma. O conteúdo e a comunicação acima da forma, essencialmente, sem que isso signifique despreza-la. No entanto, ser bonito apenas, não é a melhor resolução.

ActiveMedia .is(é)/digital, mas também tudo o resto

A divisão dos nossos serviços em áreas é apenas uma questão de comunicação. Nenhuma delas é estanque e facilmente as utilizamos transversalmente no mesmo projeto. A comunicação faz-se com conteúdo, o conteúdo precisa de plataformas de difusão que serve a uma audiência específica.

“(…)digital, mas também tudo o resto”, porque acreditamos que a  evolução emergirá das fronteiras se esbaterem e as realidades se misturam (conceito de Realidade Híbrida) – a mistura do mundo real com o virtual para produzir novos ambientes, e visualizações onde o físico e o digital coexistem e interagem em tempo real. Porquê separar?

Temos a certeza de que podemos criar e acrescentar valor à sua comunicação e à sua marca. E adoramos aceitar desafios. Vamos a isso?