Question Everything .is/listening
Written by Jorge Oliveira / 10.01.2011

O livro do personagem… isto é transmedia

Quando um personagem duma série escreve um livro e o podemos comprar na livraria, estamos perante uma abordagem transmedia. Não é nova, mas esta semana chegou aos escaparates nacionais.

Já nos habituámos a ver os filmes derivarem em jogos de computador, em t-shirts, nas bandas sonoras, em pins e muitos etc, mas ultimamente começamos a ter outro tipo de abordagens, nomeadamente nos livros escritos pelas personagens.

A primeira vez que tomei consciência duma abordagem destas foi com o escritor Robert Wilson e o livro “Os Cegos de Sevilha”. Na obra, o personagem principal encontra o diário do pai, que nos é dado em fragmentos, mas posteriormente no site do autor encontrei o diário completo, disponível para download. Era a obra dentro da obra, mas que nos prolongava a relação com ela e o prazer da leitura.

E este é o fundamento da abordagem: prolongar a experiência da história por diferentes meios e plataformas. Deixo-vos um bom artigo sobre o tema, publicado na A Think Lab, onde encontram mais referências a trabalhos desenvolvidos nesta área.