Como é que se diz em português?

A área profissional onde escolhemos trabalhar forma-nos e carácter e deforma-nos a linguagem, a ponto de às vezes nos ser custoso comunicar, sobre coisas práticas do dia-a-dia, com as pessoas que a ela não pertencem.

Não tenho a certeza que um médico diga à esposa “querida passa o bisturi”, em vez da faca do pão, mas eu digo à minha sobrinha de 9 anos “esse jogo não é nada user friendly”, que olha para mim como quem pensa que sou louca e me dá o devido desconto.

Nunca vos aconteceu estar a meio de uma conversa com amigos, e pensar “como é que isto se diz em português?”, porque a única palavra que vos vem à cabeça e que consegue exprimir exactamente aquilo que pretendem dizer é um jargão tecnológico.

A ligação constante com as novas tecnologias e as novas linguagens da gestão do conhecimento, imiscuem-se nos nossos hábitos, criam novas dimensões, tomam conta da nossa linguagem e transformam a forma como olhamos para o mundo

Será preocupante? É preciso prevenir a exclusão e promover uma nova alfabetização, ou será que sou eu que preciso de sair mais?

0 thoughts on “Como é que se diz em português?”

  1. É de facto preocupante…eu não consigo explicar á minha avó como é o meu trabalho, porque em cada frase me sai um estrangeirismo…Por vezes dou por mim a pensar em inglês porque em portugues não há palavras suficientes…Mas fazer o quê? Os especialistas da nossa língua mãe estão muitos ocupados em perceber porque é que a taxa de analfatismo não baixa, com o problema da literacia ou ainda com o facto de haver muito estudante universitário a escrever mal. Outros, talvez cansados de remar contra a maré, focam demasiado os seus estudos linguísticos no passado da nossa língua. Por outro lado a velocidade a que a disponibilização da informação aumenta é assustadora e eu acho, francamente, que o português, enquanto língua, não tem a capacidade de se adaptar.

  2. …e contra mim falo…o meu texto em cima está cheio de erros…o facilitismo que algumas ferramentas no permite, (como a correcção automática) habitua-nos a vícios…lol

    Mas voltando ao tema. Se ao menos existisse um wiki linguístico português, que dentro do espírito WEB 2.0, aproximasse profissionais, cujo o termo técnico em inglês fazem parte do dia-a-dia e especialistas da língua mãe, num esforço conjunto de resolver este problema…

  3. É uma excelente ideia e seria um optimo ponto de apoio para as centenas de voluntários que se dedicam a traduzir programas de código aberto que mais tarde se disponibilizam para descarga.
    Consegui não dizer software, open-source e download. 🙂

  4. motley-minded carrot

    Wit makes its own welcome and levels all distinctions — Ralph Waldo Emerson (1803-1882)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top