Como fazer curadoria de conteúdos?

curadoria de conteúdos activemedia

Confesso que associava o termo curadoria a pessoas que trabalhavam em museus e tinham de escolher que obras iriam fazer parte da exposição X ou Y. A curadoria pratica-se em ambientes tão diversos como um museu, o desenho de uma formação ou no planeamento de conteúdos para redes sociais

O que é a curadoria de conteúdos?

Vamos focar-nos na curadoria de conteúdos para redes sociais. Neste contexto, a curadoria passa por selecionar conteúdos de terceiros para partilhar nas nossas redes sociais ou para nos permitir a construir um conteúdo próprio.

Como se faz curadoria de conteúdos?

Pode pensar que a curadoria de conteúdos é um pouco aleatória ou que dependa do que encontro ou não nos meus dias de scroll nas redes sociais. Sim, pode dar-se o caso de encontrarmos algo por acaso e que até ressoa com o que pretendemos fazer. Ainda assim, a curadoria de conteúdos pode e deve ser planeada.

Seleccione os websites, blogs ou perfis de redes sociais que são inspiradores para a sua marca e com os quais encontra afinidade. Recomendo mesmo que faça uma lista: seja em formato excel ou no twitter. O twitter pode ser utilizado única e exclusivamente para curadoria de conteúdos – e nem precisa seguir os perfis, basta criar uma lista privada de perfis.

Voltemos ao excel: crie uma folha com o nome da empresa, o link do website, a área da especialidade na qual se move e um espaço para observações. Poderá adicionar aqui os seus concorrentes, para se lembrar de acompanhar o seu trabalho e, se o contexto o permitir, partilhar o seu conteúdo.

curadoria de conteúdos

Esta lista serve de base a um trabalho que poderá fazer parte da nossa rotina semanal ou quinzenal: visitar os websites ou perfis de redes sociais, verificar os bookmarks que fomos fazendo e avaliar da qualidade e relevância do conteúdo para decidir se vai fazer parte do nosso plano.

As ferramentas de bookmark que as redes sociais disponibilizam são essenciais para nos facilitar o trabalho e guardar aquele conteúdo para ver mais tarde e adicionar à lista.

Outra ferramenta importante é uma plataforma de agendamento: ao encontrar o conteúdo que quero partilhar, trabalho o copy e agendo o conteúdo através do hootsuite. É um descanso. O trabalho fica feito e posso sempre avaliar mais tarde se o conteúdo segue mesmo naquele dia e hora ou não.

Que conteúdos partilhar e quando?

Para responder a esta pergunta é necessário ter um plano definido para marca, onde a curadoria de conteúdos se vai integrar.

Na minha prática a curadoria de conteúdos de terceiros é algo que, por um lado, pode fazer parte do plano (por exemplo, partilhar 2x por mês um conteúdo de terceiros). Por outro lado, pode ser a resposta para uma semana menos criativa em termos de criação de conteúdo próprio: e eis que os conteúdos de terceiros nos “salvam”.

É fundamental que o conteúdo que pesquisamos e que guardamos para mais tarde partilhar seja avaliado segundo o critério de pertinência para a nossa marca. Esse trabalho é essencial para que os conteúdos que escolhemos cumpram o papel de acrescentar valor à comunidade que acompanha a nossa marca. Por “acrescentar valor” entenda-se: ser relevante, ter um lado pedagógico ou simplesmente divertir.

curadoria de conteúdos activemedia

A curadoria de conteúdos traz vantagens para uma marca?

Sim, a curadoria de conteúdos traz vantagens para uma marca (para a SUA marca). A saber:

  1. o reconhecimento da nossa marca como uma autoridade num dado tema;
  2. permite colmatar a necessidade  constante de produzir conteúdos próprios em quantidade e em qualidade;
  3. amplia as possibilidades de networking: partilhar e citar o conteúdo de outros pode criar pontes > leads > negócio?
  4. o acesso a informação actualizada e de fontes de inspiração, por parte de quem leva a cabo essa tarefa – ou seja, do/a curador/a!

Conhece ou pratica outras tácticas de curadoria de conteúdos? Partilhe nos comentários!

Photo by Austin Distel on Unsplash

2 thoughts on “Como fazer curadoria de conteúdos?”

  1. Margarida Silva

    Obrigada por isto! Quando comecei a trabalhar onde estou agora, uma das primeiras coisas que fiz foi um quadro com as páginas de FB e IG – nossas e da “concorrência”, com links, tipos de conteúdo, número de seguidores, de publicações, data de início nas páginas. Ajudou e ajuda imenso a perceber o caminho que podemos seguir.

    Todos os meses verifico o comportamento das nossas redes, para perceber o que melhor funciona e o que devemos alterar.

    E estar em/promover contacto nas redes com os nossos parceiros, para mim é fulcral valorizar o seu papel na nossa atividade. E ajuda na definição de conteúdos, próprios ou de terceiros, dependendo do que queremos publicar.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top