Tiktok, um poço de criatividade sem fim

tiktok

A pandemia #covid19 não trouxe consigo somente regras de higiene e segurança, trouxe também um “BOOM” de utilizadores na rede social “das dancinhas”. Falo do tiktok, uma rede social onde o vídeo é rei e senhor e onde a criatividade é rainha e senhora:

(…) o TikTok é uma aplicação de vídeo “ao alto” — isto é, com orientação vertical. Funciona de forma semelhante ao Instagram e ao Snapchat, mas um poderoso algoritmo de inteligência artificial, aliado a um interface muito fluído e a um vasto conjunto de filtros, efeitos de realidade aumentada, stickers, emojis, transições e músicas, foram fatores que fizeram com que esta nova plataforma chegasse ao top de downloads nas principais lojas de aplicações. Na Play Store portuguesa, é a 13.ª aplicação mais descarregada, mas a ganhar terreno a cada dia.

(Flávio Nunes, ECO)

Os números em torno do tiktok são avassaladores e serão a razão pela qual já se fala desta rede social como mainstream. A verdade é que não podemos ignorar o tiktok e há muitas oportunidades para as marcas. A curto prazo: permite o crescimento da nossa marca. A longo prazo: permite que a nossa marca crie relações com a próxima geração.

O que há no tiktok – e só no tiktok

Em Março 2020 escrevi sobre este tema sem sonhar que a vida se iria tornar pandémica e que o confinamento nos iria levar a fazer figuras (mais ou menos) tristes. Na altura alertava para o erro que pode ser o de querer abrir um perfil numa dada rede social apenas por ser uma tendência e sem ter nada de relevante para fazer por lá.

Mais tarde, em Julho 2020, voltei a falar desta rede social para compreender o fenómeno comunidade. Continuo a ser assídua na rede, para me inspirar. Considero que esta rede é um poço de criatividade sem fim e pretendo apresentar as minhas razões para esta afirmação.

A primeira razão prende-se com o formato da própria rede social: o vídeo vertical e os clips curtos são desafiantes para marcas e pessoas que pretendam passar uma mensagem e têm dois pés esquerdos (isto é, não sabem dançar).

Outra razão prende-se com a diversidade de áreas de negócio que encontramos no tiktok. Desde nutricionistas, a dentistas, passando por epidemiologistas, professores, treinadores de cães, cozinheiros, esteticistas (foi no tiktok que descobri o sugaring) movimentos de reutilização de roupas e outros recursos. Há vários nichos a movimentar-se na rede.

A diversidade também se encontra noutros campos, o da diversidade de géneros e de opções sexuais. Há conteúdo profundamente pedagógico no tiktok, pois há muitas pessoas dispostas a iniciar o diálogo e a responder a perguntas que podemos ter sobre estes temas.

Acresce que esta é uma rede para todas as idades e gerações:

“Because it’s so diverse, users get to see glimpses into the daily lives of people they may not otherwise see. The main reason for this is that TikTok transcends the generational divide. Despite being thought of as a platform for the young, you get grandmas and grandpas doing the two-step, even whole families posting videos. TikTok viewers are gen Z, millennial, gen X, boomers and older.”

(Trevor Johnson, Creative Review)

Outra razão são os desafios que constantemente existem na rede e nos quais podemos participar, desde que isso esteja alinhado com o nosso tom de voz (enquanto marca ou pessoa). A participação em desafios e o uso das hashtags correctas podem fazer-nos chegar a pessoas que ainda não nos conhecem.

Além das razões aqui apontadas acrescento ainda a facilidade com que os conteúdos podem ser partilhados directamente para outras redes, o que faz com que a visibilidade dos criadores de conteúdos e dos desafios vivam para lá da rede.

Exemplos de conteúdos criativos

O humor é uma boa fonte de ligação com os demais utilizadores da plataforma. A vida de um nutricionista não deve ser fácil, imagino eu. No tiktok, Higor Holanda tem um quadro “nutricionista sincero” que nos faz pensar em muitos dos mitos que veiculamos em torno da nutrição:

Higor Holanda não utiliza vídeos como este para vender os seus serviços de nutrição de forma directa. Tal como Higor, outros criadores estão focados em utilizar esta rede para acrescentar valor aos demais utilizadores que por ali passam, criando momentos de humor ou ensinando algo que faz parte da sua expertise.

Alexandra Ellis ensina algumas estratégias para lidar com questões relacionadas com a mobilidade. Eis um exercício para quem passa muito tempo ao computador, seja em teletrabalho ou em trabalho sem tele:

@aewellness

Answer to @totalzoidberg7 therapy balls are like foam rollers only better and more precise. #bodynerd #mobility #foamroller #carpaltunnel

♬ original sound – Alexandra Ellis

Imagino que já tenha tropeçado nalgum vídeo do Khaby Lame, numa outra rede social que não o tiktok (como no linkedin, por exemplo). O Khaby conseguiu encontrar um quadro e trabalhou consistentemente nessa fórmula: pegar em vídeos de outras pessoas que tornam extraordinariamente complexo algo que é muito simples. Senhoras e senhores, eis Khaby Lame, o rapaz-navalha-de-ockam:

Como comunicar ciência de forma simples e divertida? Nancy Bullard dedica-se à comunicação de ciência no tiktok, para miúdos e graúdos. Sabia que a manteiga de amendoim brilha no escuro?

Já agora, espreite o conteúdo dos Jogos Olímpicos:

Em suma: o tiktok é mais do que passinhos de dança

O tiktok é mais do que passinhos de dança, porém a música tem um papel fundamental na rede. Como diz o Gonçalo Castro: “Quem trabalha com música, precisa compreender este fenómeno. 75% dos utilizadores descobrem música nova na plataforma e muitos êxitos acontecem devido à app.”

Este não se limita a ser um depósito de vídeos com danças e desafios nos quais todos querem participar; por vezes, parece uma rede social de outro mundo.

boas razões para levar esta rede a sério – e se não sabemos dançar, está tudo certo e podemos andar por lá somente para encontrar inspiração. Enquanto estratega digital e , o tiktok constitui das minhas fontes de criação ou transformação de conteúdos.

Pode ainda ser usado para combater a desinformação, tal como fazem a British Red Cross ou a WHO:

@britishredcross

👀 Get real facts & make the best decision for you! #covid19 #vaccine

♬ original sound – Amanda Munro

É fã do tiktok? Partilhe nos comentários qual é o seu perfil preferido por lá!

Photo by Hello I’m Nik on Unsplash

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top