Pixel ID
Written by Jorge Oliveira / 09.06.2020

Ainda faz sentido ter um blog em 2020?

Para os que se lembram da famosa Web 2.0, ter um blog era o expoente máximo da coisa. Toda a gente tinha um e quem não tinha queria ter, só não sabia sobre quê. E hoje, ainda faz sentido ter um blog?

Eu digo que sim, continua a fazer todo o sentido. E vou apresentar os meus argumentos abaixo.

É o Conteúdo que nos move

E pouco mais tenho a dizer. Posso acabar aqui mesmo. Mas vamos lá… o que é que nos prende ao ecrã? Seja ele qual for? É conteúdo. Apenas isso.

Sejam notícias, entretenimento, reviews, tutoriais, partilha de conhecimento, cuscuvilhice, velhacaria ou sacanagem. É o conteúdo que nos ocupa o tempo.

Dizem que neste momento devem ser cerca de 512 milhões de blogs, nas mais diversas plataformas, o que quer dizer que todos nós acabamos por ler artigos em blogs, mesmo que em muitos casos não se olhe para eles da mesma forma que se olhava em 2004.

Logo, o nosso pode ser mais um a chamar a atenção para o tema certo.

O blog promove o site

Um site institucional é dificil de actualizar. Nem todos os dias temos novos produtos, serviços, uma nova equipa ou uma nova página sobre nós. E isso dá aos motores de pesquisa uma noção de que o site está estático.

Solução? Acrescenta-se um blog, focado na partilha de conhecimento na área da marca e ganhamos dinâmica de publicação. Desde que se alimente o blog claro. 🙂

Mas de acordo com algumas estatísticas, um blog pode acrescentar mais 400% de tráfego orgânico a um site.

O blog, tendo como base uma escrita mais longa e detalhada, dá-nos também outro espaço e liberdade de escrita mais difícil de ter numa landing page, por exemplo.

O blog credibiliza a marca

Uma marca que promove o seu conhecimento através de artigos no blog é mais reconhecida pela sua experiência e capacidade. E para os utilizadores, é sempre mais interessante ter um bom artigo que uma página de vendas.

Quantas vezes não preferimos ler várias reviews que a própria página de qualquer produto? Muitas. Diz que são 70% dos utilizadores.

faz sentido ter um blog activemedia

O blog é nosso

E com isto quero dizer que são as nossas regras, a nossa abordagem, as nossas decisões. Não as de terceiros que fogem ao nosso controlo. Supondo, claro está, que estamos a criar um blog em plataforma própria e alojada por nós.

Isso leva a que todo o resultado do tráfego que conseguirmos gerar reverte directamente para nós e não para outra rede, e a partir da visita a um artigo, é frequente passarmos a outro ou irmos ler mais sobre a empresa.

Ok, faz sentido ter um blog, e agora?

Agora podemos passar à ação. Para quem tem sites baseados em WordPress, o blog já lá está. Pode precisar de ser estilizado, arrumado ou colocado no menu, mas já existe a capacidade em backoffice.

Para quem não tem, há sempre a possibilidade de mandar instalar, num directório do site, como por exemplo omeudominio.pt/blog/.

Depois basta adicionar escrita regular.

Escrever é a sua nova tarefa

Assim que tomamos a decisão de ter um blog, há uma coisa que temos que assumir desde logo. Escrever passa a ser mais uma tarefa obrigatória na nossa lista.

Podemos decidir que só queremos escrever uma vez por semana, ou várias vezes por semana. Seja qual for o ritmo, é uma tarefa que vai ocupar entre 3 a 4 horas de trabalho. Com o tempo e a experiência, começa a ser mais fácil e há temos melhores que outros.

Mas escrever consome tempo. Vai compensar, no longo prazo, mas ao início vai doer. 🙂 Podem sempre optar por contratar um ghostwriter.

Só para dar mais uma ajuda, deixo este vídeo do Neil Patel com as dicas mais essenciais que vos podem ajudar a escrever um artigo e a não deixar escapar nada.

Das várias dicas, há uma que não perdoo num blog… a ausência de links para outros sites ou blog. Nem só pelas questões de SEO, mas acima de tudo pela falta de abertura ao mundo que essa atitude me mostra.

 

 

Concluindo: ainda faz sentido ter um blog?

Sim, completamente, por todas as razões que apontei acima.

Dá trabalho? Sim, bastante. Em média são 3 a 4 horas para escrever um bom artigo, fazer a pesquisa, estruturar, criar a imagem, afinar o texto, … mas resulta em mais relação, mais credibilidade, mais tráfego orgânico e mais leads qualificadas.

E resultados? Ganhamos novos conteúdos relevantes para partilhar nas nossas redes sociais, temos novos temas de conversa, conseguimos inspirar outros e o processo de escrita obriga-nos a pesquisar, aprender e acima de tudo, a sintetizar conhecimento.

Faz sentido? Sentiram-se desafiados a criar um blog pessoal ou para a vossa marca?

Comentários na caixa de baixo ou pelos meios do costume.

 

 

Photo by Nick Morrison on Unsplash

Follow me!

Tópicos deste artigo