Entre a pressão e a produtividade: a pausa

Nos dias que correm a pressão para ter trabalho, para entregar trabalho e para procurar trabalho é imensa. Acresce ainda o contexto de teletrabalho que implica adaptações, bem como uma pandemia que nos polvilha os dias com ameaças e incertezas.

Perante este cenário, queremos ser produtivos no trabalho. Depois há a lista de livros que queremos ler, a vida familiar e aquele curso online que queremos muito fazer. E tempo para as pausas, há?

Pausas pequenas e o foco

Mini-breaks help to support your wellbeing and increase productivity. A mini-break is a few minutes away from your work; this may be chatting with someone who is in the room with you or getting a drink. (The WellBeing Thesis)

Entre a pressão e a produtividade: a pausa 3

Para que possamos estar focados nas tarefas é necessária energia mental. Esta varia ao longo do dia, tem altos e baixos, e é natural que, em tempos de uso intenso de computador e outros dispositivos, se sinta um cansaço maior. Há quem fale de zoom fatigue.

E como criar momentos de pausa? Há algumas técnicas que podem ajudar. Tome nota!

Trabalhar sem interrupções durante 25 minutos, descansar 5 minutos, voltar a trabalhar sem interrupções durante 25 minutos, voltar a descansar durante 5 minutos. Reconhece a técnica pomodoro? É já bastante conhecida por estudantes e teletrabalhadores e é muito mais rentável quando temos notificações desligadas. Lembre-se: são 25 minutos sem interrupções.

O trabalho em frente ao computador absorve muito a nossa energia no que diz respeito à visão. Por isso, de dez em dez minutos, feche os olhos para permitir que este sentido relaxe um pouco.

As videoconferências constantes que vieram substituir as reuniões constantes (inclui aquelas que são necessárias e aquelas que são fruto de uma reunite aguda) sugam muita energia. Como evitar esse cansaço? Marcar reuniões curtas, de 20 a 30 minutos cada e fazer pausas entre as reuniões. Dê tempo ao seu cérebro e ao seu corpo para restabelecer energia. Se trabalha sentado/a, levante-se e mexa-se um pouco. Em alternativa, alterne períodos sentado e outros em standing desk.

Fazer pausas fora do espaço de trabalho (ou de estudo) também é uma excelente forma de restabelecer energia. Levante-se para ir buscar água, para espreitar o tempo à janela, para ir ao wc. Estabeleça um tempo para essas pausas, alinhadas por exemplo com a técnica pomodoro: os 5 minutos de pausa podem servir para dar um passeio até ao quarto, por exemplo. E voltar! Nada de aproveitar e fazer uma “sesta”.

Respeite as suas pausas – e exija respeito

Quando trabalhamos em equipa é fundamental ser transparente no que diz respeito aos canais de comunicação a usar, aos tempos de resposta – e também quanto à nossa disponibilidade. Respeite as suas pausas e dê a entender às pessoas com quem trabalha que essas pausas são preciosas.

Eis alguns conselhos partilhados no website The Wellbeing Thesis

– Agree break times with your peers and help each other to stick to the break time you’ve agreed.

– Set an alarm on your phone to prompt you.

– Plan to do something in your break that you enjoy – the anticipation of pleasure will motivate you to keep to the break.

– Pay attention to any benefits you experience when you take a break – this will lodge in your mind and motivate you to take breaks in future.

– Use post-it notes or drawings in your workspace to remind you that a PGR project is a long-term piece of work – you won’t complete it well, if you burn yourself out: so, take a break.

Pausas longas

Planeie tempo para pausas mais longas, ao final do dia, por exemplo. Seja para caminhar, para meditar ou para fazer algum tipo de exercício físico: é importante colocar na sua agenda o tempo reservado para o seu bem-estar.

Estas pausas longas têm um efeito a médio longo prazo e exigem disciplina para que as coloquemos de facto em prática.

Olhe para a sua agenda e considere reservar tempo para pausas.

O seu cérebro, o seu corpo e a sua saúde agradecem!

📷 Alex Ghizila / Unsplash

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top