Pixel ID
Question Everything .is/listening
Shared by Joana Rita Sousa / 11.05.2017

O futuro do trabalho acontece agora?

“Hannah Camarata foi responsável pelo primeiro grupo de trabalhadores a ingressar nesta aventura de um ano e é agora diretora de expansão e desenvolvimento da empresa. Ao ECO explica que o mais importante é conseguir inserir os viajantes na comunidade que os recebe, porque só assim se vive a experiência ao máximo. “Tem de haver o mesmo número de locais e viajantes no mesmo grupo para que este se torne num ser vivo”.

A partilha de conhecimento entre culturas estabelece-se assim como o ponto forte deste projeto que tal como Hannah afirma, “recebe as mentes mais brilhantes.” E os resultados são os melhores: “É uma experiência que muda uma pessoa. Fica-se mais confiante e olha-se para o mundo com outras lentes.”

Assim, esta nova geração estabelece-se como aquela que não segue os mesmos moldes, nem no que toca ao trabalho. “Os millennials querem sentir que o que fazem tem um propósito, que estão a ser valorizados. Não são como as outras gerações que se ficam por fazer as coisas da mesma maneira”, remata Hannah Camarata.”

 

Leia o artigo completo, publicado no ECO, AQUI.
E, já agora, a visão da minha afilhada, de 5 anos, sobre o trabalho da madrinha, AQUI.