Pixel ID
Question Everything .is/listening
Shared by Joana Rita Sousa / 18.10.2018

Ruído, mas daquele com garantia de qualidade

Estamos a repetir-nos e não é novo, isto: não temos mão (nem pé, nem dedos, nem cabeça…) na informação toda que nos chega. Por isso é que nós estamos aqui: escolhemos alguma daquela que nos chega para partilhar convosco. Vamos a isso?

 

Já pensaram no vosso legado digital? Tem sentido a ideia de deixar, em testamento, as password das vossas redes sociais ou do e-mail? Este é um assunto sobre o qual se debruça a The Digital Legacy Association, que marcou presença na última edição do ClickSummit. Por mais estranho que pareça e ainda que a morte não seja um dos nossos tópicos preferidos, aqui fica o desafio para pensar nessa questão.

Ainda sobre legado: a Sandra diz que gostava de ter um Estevam black. Curiosos para saber o que é?

A humildade é apregoada por muitos líderes como uma atitude nobre. Quando saem das conferências motivacionais é vê-los a defender a humildade isto ou aquilo because inspiração do speaker super famoso e com nome na praça. Ainda assim, é muito “para inglês ver”: quem o afirma é o Bill Taylor, da Harvard Business Review.

Para quem tem curiosidade pela filosofia e por aquilo que os filósofos escreveram, este site vai ser uma ferramenta muito útil. A ideia é do Deniz Cem Önduygu e é divertida a sua utilização, além de nos permitir aprender coisas!

A pesquisa é cada vez mais do que uma simples procura de palavras. É, cada vez mais, mostrar ao utilizador o que “realmente” ele anda à procura… e às vezes nem o próprio utilizador sabe.

Pergunta para queijo: qual é o verdadeiro objectivo do design? Resolver problemas? Naaaa. Nesta entrevista, Carlo Ratti fala-nos disso – e muito mais.

Sobre design, o Gonçalo escolheu este artigo onde se fala do generalismo como alvo a abater e de como o podemos recuperar. Afinal, que ditadura é esta que nos obriga a ser especialistas?

Vamos falar de política? E da forma como os millennials lidam com ela? Vamos, sim. O artigo da CNN Politics provoca-nos para pensar na forma como a geração Y lida com a participação democrática. Ainda ontem se falava disso num programa de televisão, na RTP3, o Fronteiras XXI:

 

Tudo pode ser reinventado: a forma de participação política, a roda (?), a guitarra. Ou a forma como fazemos as nossas Instagram Stories. Por falar nisso, já espreitaram o instagram aqui da casa?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Follow me!