Question Everything .is/listening
Shared by Jorge Oliveira / 10.12.2006

TV Digital no futuro

Porque é que a televisão digital insiste em “oferecer” serviços que não me dizem nada e muito menos trazem consigo qualquer inovação de monta?

Quando se fala em convergência, em ter tudo no mesmo aparelho e etc, porque é que não se olha para algumas facilidades do universo web e se transportam para o universo tv, sem que um se transforme no outro?

Resumindo… porque é que a tv digital não tem as mesmas funcionalidades dum iTunes, dum leitor de RSS e dum browser com navegação por separadores?

Vejamos:

  • se eu pudesse “subscrever” os meus programas favoritos da mesma forma que subscrevo um podcast, que depois poderia ver na altura mais confortável, fora da ditadura dos horários ou da falta deles e sem nunca perder nenhum;
  • se eu pudesse “subscrever” os noticiários de qualquer estação e selecionar os temas que mais me interessam, e a ordem por que os quero ver;
  •  se eu pudesse “comprar” o visionamento de qualquer filme ou serie;
  •  se eu pudesse ligar o televisor e ter logo no inicio o leque de canais mais vistos para um zapping mais eficaz;

Certamente que a oferta de TV Digital seria mais atractiva para qualquer pessoa, muito mais do que dar a possibilidade de escolher o ângulo da camera, de ver o e-mail ou de navegar pela web.

Coisas que podem ser muito interessantes mas que cada vez mais provam que tem o seu ecrã próprio.

Claro que quando tudo isto existir obriga a mudanças no negócio das televisões e na forma de se fazer publicidade.

Muito provavelmente para modelos mais interessantes e potencialmente mais rentáveis. Mas isso já é outra conversa.

Para já, gostava de poder ter na televisão as mesmas funcionalidades a que me vou habituando noutras plataformas e que já provaram a sua utilidade ao mais comum dos utilizadores.

Technorati Tags: ,