Pixel ID
Question Everything .is/listening
Written by active / 22.04.2014

Digital Signage, branding e criação de ambientes corporativos

Já aqui vos tinha falado sobre a junção benéfica das hashtags e do digital signage, uma óptima forma de uma marca aproveitar as vantagens do social media e estabelecer uma boa e duradoura relação com a audiência. No entanto, a utilidade do digital signage não se fica por aqui.

Hoje falaremos do uso do digital signage no branding, na óptica da relação do consumidor com a marca, e do seu uso na criação de cenários/ambientes mais corporativos.

O digital signage é um veículo de comunicação que representa um canal bastante eficiente e eficaz para transmitir mensagens, pois disponibiliza serviços e informações que facilitam o desempenho das actividades nos sectores do quotidiano de uma empresa. Este tem vindo a ganhar bastante relevância ao longo dos últimos anos.

Digital Signage for the win

A partir do momento em que obstáculos técnicos, como métodos de distribuição ou problemas de desempenho, começaram a ser quase inexistentes, foi dada aos profissionais do signage a liberdade para se focarem no aspecto mais importante de uma marca: o conteúdo que aparece nas telas e a experiência que o utilizador tem ao interagir com este.

BRANDING

Quando o conteúdo é consistente e tem impacto no público, o digital signage torna-se num lugar interessante para se prestar atenção por algum momento, tornando-se uma experiência de marca. Ao fazer escolhas de conteúdo inteligentes e dar uma aparência consistente à marca, esta transforma-se num destino que a audiência passa a ter confiança e sempre presente na sua memória. Esta é a essência do branding, e isso leva a um aumento da audiência e mais interesse dos anunciantes.

digital signage

Com o digital signage, as marcas podem expandir as suas oportunidades de branding, chegando a potenciais targets independentemente do sítio em que se possam encontrar. E podem fazê-lo, tirando partido de todas as telas possíveis. O segredo, no entanto, não é apenas a tela, mas sim transmitir mensagens de uma forma consistente em todas as frentes.

As mensagens consistentes e objectivas confirmam a credibilidade, a criação de fidelização do cliente e ajuda a construir a sua audiência. Assim, o uso do digital signage torna-se consistente e o público conta com o conteúdo com que sabem que podem contar.

digital-signage

Porém, não basta ter um local e um público definido. É importante no digital signage, evitar a tentação de agendar conteúdo que não tenha qualquer interesse, só para garantir que há sempre algo na tela. Não funciona. O conteúdo genérico tem pouco ou nenhum impacto sobre o público, e, muitas vezes, faz pouco para melhorar mensagens ou apoiar uma marca.

CENÁRIO CORPORATIVO

Além do conteúdo, o digital signage deve reflectir um pouco sobre a forma de transmitir a sua marca visualmente, através de elementos de design, comunicando para a audiência que assiste ou interage com um canal único e com uma finalidade específica. O estilo visual apresentado na tela dá uma identidade que desempenha dois papéis importantes: sublinha a exclusividade da marca, promovendo o seu conteúdo pessoal que proporciona, e comunica com rapidez e eficácia a personalidade desta, dando-lhe ‘voz’.

Digital-signage

A personalidade da marca são traços humanos que a personificam e diferenciam no mercado. Esta é transmitida para o público através da sua imagem de marca que é a aparência criada através do uso consistente e coerente de elementos de design, como esquemas de cores ou animações.

Uma marca é essencialmente a personalidade e filosofia que um ecrã de digital signage pode definir. Mais do que isso, o digital signage carrega uma promessa para o cliente, bem como o tipo de mensagem com que este pode contar.

O EXEMPLO

Um óptimo exemplo desta transmissão visual da marca e da sua personalidade, com cenários corporativos, à audiência, através do uso do digital signage, é o projecto realizado pela L’Oreal Paris.

A Christie anunciou uma instalação da MicroTiles  na sede da L’Oréal, em Paris, a maior empresa de cosméticos e beleza do mundo.

A L’Oreal, que trabalhou com a Wilmotte & Associés sobre o seu projecto para renovação da sua sede, estava à procura de criar um ambiente de visualização que reflectisse a visão do grupo e que mantivesse o seu nível de excelência. Este projecto foi a pensar no hall da entrada que agora é composto pelos seus dois edifícios, juntos.

A agência de comunicação Phénomène produziu o conteúdo do vídeo sobre todas as marcas L’Oréal, sendo este exibido na parede do MicroTiles todos os dias das 06:30h às 23:00h, e visto por funcionários, visitantes, clientes e consumidores.

Rémi Lavaine, gerente dos projectos da L’Oréal, ao explicar porque escolheu a empresa, diz ter tido em conta aspectos importantes a serem considerados na tela como o grafismo e qualidade: “Nós escolhemos os MicroTiles em grande parte porque eles tinham lacunas entre as telhas mais finas e, portanto, o conteúdo da imagem apareceu mais perfeita. Piaton & Associés produziu o conceito das ferramentas de comunicação e o conteúdo que a Phénomène criou aparece nítido e vivo na tela, sendo a resolução extremamente impressionante e incomparável. Este é exactamente o visual que queríamos alcançar “.

O digital signage tem vindo a crescer e a conquistar o seu espaço, sem dúvida. As telas de alta resolução com imagens nítidas e vivas, em movimento, actualizadas em tempo real, combinando informações úteis e mensagens específicas, têm sido uma mais-valia para conseguir captar a atenção da audiência.

E nós podemos ajudá-lo nesta procura de soluções para o seu negócio!

L’Oreal: www.dailydooh.com/archives/95448