Question Everything .is/listening
Written by Jorge Oliveira / 22.05.2017

WordCamp Lisboa 2017, notas breves

Uma comunidade a crescer

O WordCamp Lisboa aconteceu este fim de semana, em Lisboa. É um evento organizado pela comunidade WordPress em Portugal, mas aberto a todos, como não podia deixar de ser, já que estamos a falar de uma plataforma distribuída em modelo open source.

E vimos uma sala composta de caras novas e caras conhecidas, num evento bem organizado e oleado.

Sharing knowledge

Gostámos de ver a apresentação sobre o novo site do Técnico, e de como se transformaram uma imensidão de sites dispersos e com uma arquitectura de informação absolutamente caótica, num WordPress multisite capaz de dar resposta às muitas necessidades de comunicação da instituição.

Da minha parte fiquei muito curioso com os processos em backstage porque nada daquilo foi fácil e de certeza que deu muitas dores de cabeça. Mas percebo que nem tudo pode ser apresentado sem ferir algumas susceptibilidades internas.

Adopta um amador

E dentro do espírito da partilha e da colaboração, fomos também desafiados pelo Luis Rull a “adoptar” um “amador”, entendido aqui como alguém que ganha a vida a instalar sites com WordPress, recorrendo a temas e aos plugins disponíveis no mercado, mas que acaba por cometer muitos erros e acima de tudo deixar abertas falhas de segurança que podem prejudicar os seus clientes e ao mesmo tempo denegrir a imagem do WordPress no mundo.

E se, perguntava o Luis, os ajudarmos a crescer e a não cometer erros, a garantir que pelo menos algumas normas são cumpridas, se os ajudarmos a crescer e aos seus clientes, que mais tarde podem perceber que depois daquela primeira experiência podem desenvolver melhor os seus sites mas entretanto já marcaram a sua presença.

É um desafio 🙂

WordPress em evolução contínua

Na excelente apresentação de Noel Tock, falou-se do futuro do WordPress enquanto gestor de conteúdos mas capaz de suportar qualquer projecto e a integrar-se com novas formas de desenvolvimento. O que está por detrás desta abordagem chama-se WP Rest API e  abre as portas a novas formas de desenvolvimento, seja qual for o projecto e o ecrã onde o queremos apresentar.

Algo que já se podia fazer com recurso a outras formas mas que agora ganha novas facilidades e potencialidades a que temos que estar atentos.

Segurança acima de tudo

O tema da segurança está na ordem do dia, e com a visibilidade crescente que o WordPress tem na web, é imperativo que todos os sites revejam as suas seguranças. O Lenon Leite levou-nos numa viagem muito divertida mas essencial, com dicas desde os níveis mais básicos aos mais elevados.

Plugins sem update? Antigos? Desactivados mas não desinstalados? Password fracas? Estão a pedir problemas e não é porque os hackers nos conhecem e querem fazer a vida negra.

Qualquer vulnerabilidade serve para lançar outro tipo de ataques, é só isso, não é pessoal.

E ainda…

User experience, contratos, relação com clientes, WooCommerce, jornada do heroi, … coube de tudo um pouco neste WordCamp Lisboa. Temas que parecem distantes mas que se cruzam e interligam.

Gostámos e é um evento no bom caminho. Venham mais.